18 de jan de 2017

Ser Humano - Ser Complexo


Ser humano parece ser simples, mas ao que tudo indica, não é.
Temos oscilações incríveis de humor num mesmo dia.
Afetamos e somos afetados pelo nosso meio. 
Vejo em minha própria experiência que viver como ser humano é uma verdadeira batalha interior, entre luz e escuridão.

Percebo o quanto somos fortes quando queremos e o quanto somos frágeis quando é conveniente sermos frágeis.
Somos solidários quando queremos e podemos ser cruéis quando somos rejeitados.
Amamos e odiamos na mesma proporção e rapidez de um piscar de olhos.
Somos intensos e apaixonados por um ideal até que surja outro mais interessante.

Temos expectativas de um futuro melhor. Vamos aos leitores de energia e queremos respostas e magias para trazer com facilidade o que nem nós mesmos fazemos por nós.
Como é incrível a nossa capacidade de complicar ou facilitar, dependendo dos nossos interesses.
Ficamos doentes, sofremos de várias mazelas, mas a nossa máquina tem um programa de auto cura que se equilibra naturalmente ao dar condições para tal. Como é engenhoso o nosso veículo físico!

De um lado vemos o extremo da bondade e de outro, pura maldade.
Vemos tantos recursos naturais sendo destruídos por um grupo de pessoas que só pensam no quanto vão lucrar com isso. E de outro lado, pessoas fazendo um trabalho de formiguinha, conscientizando sobre a importância de cuidar bem da terra que nos dá tudo que precisamos para sobreviver enquanto seres humanos.
Riqueza. Pobreza. Tantos contrastes!

Tudo é muito simples, mas a nossa complexidade agoniza toda vez que queremos simplificar. E esse lado do ser humano não quer morrer.
Ser humano é complexo, e ao mesmo tempo é maravilhoso, é perfeito para o que foi programado. Temos um instinto natural para vida. Não queremos morrer, temos medo da morte. Morrer para nós significa fim.

Percebo que nessa jornada de estar humano, é basicamente lidar com toda a dualidade, é um treino - ou seria um jogo que nós criamos? Penso que quem ganha é aquele que tem mais jogo de cintura, aquele que escolhe o caminho do meio. E você? O que acha de ser humano?

Não vejo motivo para tantas desordens sociais, tantas competições, tantas críticas, se no fundo somos todos iguais - espíritos encarnados. Ninguém é melhor que ninguém. Cada um está fazendo o que sabe e o que pode para sobreviver nesse esquema humano.

Então, você ser humano que lê essas palavras, parabéns! Parabéns, pois ser humano não é tarefa fácil. Ser humano é só para os fortes! Só com muita paciência e persistência conseguimos sobreviver a esse belo (e cruel?) sistema. Seja bem vindo ao Planeta Terra!

Gratidão, Paz e Luz

1 de jan de 2017

Seja Bem Vindo 2017!!!


Que nós possamos reconhecer - e principalmente agradecer - que com saúde e Luz, já temos tudo que precisamos para manifestar os nossos dons aqui na Terra e sermos felizes.
Nós podemos fazer de 2017 um belo ano, só depende das nossas escolhas.  

Provavelmente ainda veremos os seres humanos disfuncionais fazendo guerras, mas por outro lado tem muitos seres despertando e compreendendo que não admitimos mais qualquer tipo de violência. Então que tipo de escolha nós podemos fazer para ajudar nesse processo de transformação? 

Ajudamos muito quando semeamos a paz. A paz começa em nós, e depois reverbera para a família, para a vizinhança, cidade, país até que atinge um ponto em que mudamos a nossa realidade. Onde havia confusão, passa a existir harmonia.

Vamos escolher semear a paz em nós. Paz não é passividade. É um ato pró ativo de não agressão verbal, não agressão física, não agressão psíquica sobre nós ou qualquer outra pessoa. Isso é paz. 

Desejo a todos nós um Feliz e Próspero 2017!



9 de dez de 2016

Expectativa Excessiva = Frustração


No theta healing, aprendi a dar comandos.
A princípio me encantei. Adorava dar comandos para afastar os pombos que usavam o muro de casa como banheiro, dar comandos para o sistema do banco voltar, dar comandos para transformação da minha realidade, porque era só dar o comando e a coisa acontecia num passe de mágica, até que um dia dei o comando para ganhar um carro que o supermercado estava sorteando no fim de ano e não ganhei. Daí percebi que nem sempre os comandos funcionavam, mesmo estando em estado theta. Claro que não ganhei o carro, eu tinha a crença de que não tinha sorte e ganhar um carro era sorte demais. Não percebi que foi esse sentimento que não deixou ganhar no sorteio. E fiquei frustrada.  Engraçado como a frustração tem o poder de brecar o nosso entusiasmo, não é mesmo?  

A expectativa num determinado resultado causa frustração. Não é o fato em si. Se eu não tivesse tanta expectativa, não me frustraria – e nem você.  Bom seria se nós não tivéssemos tantas expectativas, sobre nada, nem no positivo e nem no negativo... Mas não, naturalmente temos expectativas no melhor e quando esse “melhor” não acontece, ah que balde de água fria... Tem gente que vira bicho e outras mais tranquilas sequer sofrem.

O que quero dizer é que ninguém é responsável pelas nossas expectativas. NINGUÉM. Se eu tenho uma expectativa, ela é minha. Se o outro vai responder as minhas expectativas é outra história.
Então caros amigos, se for para ter expectativas, melhor não depositar em algo que esteja fora do seu controle.

O outro pode ser importante para nos ajudar a sair de alguma situação que não estamos conseguindo sozinhos, mas ele não pode ser responsável de COMO nós iremos nos sentir e nem poderá fazer o que é da nossa responsabilidade. O outro pode dar o melhor dele no processo, mas se nós não fizermos a nossa parte, gastamos tempo e energia à toa.

Que a Inteligência Superior nos permita alinhar as nossas vidas com a nova energia sem tantos desconfortos... Se isso for possível, é isso que desejo para todos nós. 2017 já bate à nossa porta e que seja abençoado!!!

Estou atendendo normalmente, aqui não há recesso de fim de ano 😉
Se precisar qualquer informação,  entre em contato através do email: lefani@gmail.com

Boas Festas!!!  

Gratidão, Paz e Luz
Eu Sou Rosângela Matsushita
Terapeuta Akáshica a serviço do Bem Maior
Este texto foi escrito por Rosângela Matsushita
Se for compartilhar, por gentileza dê os créditos

.

 


15 de nov de 2016

REFLEXOS | Um aprendizado e tanto


A vida é mesmo fantástica!
Nada que acontece no meu mundo é culpa ou mérito do outro. É sempre o reflexo do meu interior.
Se vejo o belo no outro, é porque eu tenho o belo em mim.
Se vejo o mal no outro, é porque eu tenho o mal em mim.
O meu julgamento sobre o outro não é sobre o outro. É sempre baseado naquilo que tenho dentro de mim. 

Se eu critico demais o outro, é porque não aceito aquele aspecto que estou criticando e como eu não consigo ver que o problema está em mim, a vida coloca um espelho na minha frente como quem diz: Está vendo a atitude de fulano que você tanto critica? Você faz igualzinho! 
Se eu tiver a consciência dessas minhas sombras, vou ser capaz de aceitá-las ao invés de repudiá-las.

Se engana quem pensa que não tem o seu lado sombra, aquele nosso lado que não aceitamos e temos até vergonha de admitir que temos. Estamos todos no mesmo barco. A diferença está apenas na forma como lidamos com os nossos conteúdos internos.  

Aquele que mais aponta os erros alheios, é o que não consegue ver os próprios defeitos. É uma pessoa que não consegue lidar com as suas sombras. 
A vida nos dá a chance de acolher o nosso lado "feio" e o meio que ela encontrou é colocando pessoas e situações que nos incomodam, aprender por meio delas a nos aceitar como nós somos, perfeitos em espírito, mas ainda engatinhando nesse plano humano, e não criticando ou julgando os atos dos nossos semelhantes como se nós fossemos seres humanos perfeitos e imaculados.

Quantos espelhos a vida tem colocado diante de você? 
Tem coragem de olhar o que vê refletido?
É meus amigos, quem tem olhos que veja...



Gratidão, Paz e Luz
Eu Sou Rosangela Matsushita
Terapeuta Akáshica a serviço do Bem Maior
Este texto foi escrito por Rosangela Matsushita
Se for compartilhar, por gentileza dê os créditos
.